Atendimento:
(48) 3028-5312
(48) 3879-4479

contato@melissabristot.com.br

Endereço:
Ed. Belo Empresarial – Av. Osmar Cunha, Nº 126
Rua Nereu Ramos, Nº 96 – (sala 213)
Centro Florianópolis/SCObs: (Edifício com entrada nas 2 ruas)

Horários:
2ª feira – 5ª feira:
8h30 – 12h00 | 13h00 – 18h00
6ª feira:
9h00 – 12:00 | fechado na parte da tarde

Dra Melissa Bristot - Dermatologista | Você exagera nas visitas ao seu cabeleireiro? Veja os riscos!
15717
post-template-default,single,single-post,postid-15717,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-15.0,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
 

Você exagera nas visitas ao seu cabeleireiro? Veja os riscos!

Você exagera nas visitas ao seu cabeleireiro? Veja os riscos!

A química no salão de beleza pode trazer efeitos nocivos à sua saúde. Escova progressiva, alisamento, descoloração e pintura são alguns dos principais procedimentos utilizados nos salões de beleza.

Veja algumas químicas mais usadas pelos cabeleireiros:
• Tolueno (metilbenzeno) e xileno (dimetilbenzeno) – utilizado em shampoo de cabelo;
• Formaldeído (formol) e hidróxido de sódio – produto de alisamento de cabelos;
• Tensoativos catiônicos – descolorante;
• Polivinilpirrolidone – condicionador de cabelo;
• Alquilfenol etoxilato – tintura de cabelo.

Usado para alisar os cabelos, o formol é um dos produtos químicos mais comuns hoje em dia. Mas, apesar da função alisante que satisfaz milhares de mulheres, se usado em excesso ele pode causar problemas muito sérios. Por isso, só são permitidos produtos que contenham a quantidade máxima de 0,2% de formol, pois quando absorvido pelo organismo por inalação ou exposição prolongada, esta substância apresenta risco de câncer, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). Além disso, os cabelos que sofrem lesões químicas podem ficar com aspecto de plástico, quebradiços, pode ocorrer irritações no couro cabeludo e até mesmo pequenas feridas e queimaduras, há a perda de proteínas e da resistência, causando assim, a quebra dos fios. Esses problemas acontecem por uso inadequado das químicas, sensibilidade aos ativos da fórmula e com o uso de mais de uma química no mesmo cabelo.

Antes de qualquer procedimento, leia atentamente a bula da tintura ou do produto que irá utilizar nos cabelos, peça para seu cabeleireiro fazer o procedimento das misturas na sua frente antes, se informe sobre alguma contraindicação e fique atenta!

Se você sofre com algum dano causado pelo excesso de química nos cabelos, faça-nos uma visita que cuidamos não só de sua beleza, mas principalmente, de sua saúde!